4

Leites vegetais, diferencas nutricionais e receita de leite de aveia, pela Nutricionista Ingrid Breunig

O leite está entranhado em nossa cultura, talvez por isso, os intolerantes à lactose ou os APLV (Alergia a proteína do leite de vaca) sofram tanto quando precisam fazer a substituição desse alimento.
 
Os “leites” vegetais são opções para minimizar essa dificuldade. A textura, o sabor e as possibilidades culinárias são muito semelhantes ao do leite de vaca. No entanto, precisamos salientar a diferença nutricional entre eles.
 
Os vegetais são praticamente isentos de gorduras saturadas, no entanto, também não fornecem grandes quantidade de cálcio, o que não podemos mais considerar um grande prejuízo, pois, sabemos que, com uma alimentação nutricionalmente equilibrada, podemos ingerir e absorver a necessidade diária de cálcio recomendada.
 

Continuar lendo

0

Os super poderes de uma mãe. E, quando isso atrapalha.

 

Oie gente, tudo bem?

Quando nasce uma mãe, nascem os super poderes {podemos também, chamar de intuição} e isso é muito bom. A mulher ao ser mãe desenvolve uma força, uma vontade e uma dedicação incrível e diferente de tudo o que ela já viveu.

Google Imagens

Google Imagens

Continuar lendo

0

O que eu tô fazendo aqui…

Imagem

Meu nome é Daniela, tenho 39 anos, sou casada a 8 anos e não tenho filhos. Então a sua próxima pergunta será exatamente essa: -“O que essa criatura tá fazendo, ajudando a escrever para um Blog que fala de  crianças, filhos, maternidade e tal e coisa…?”

Bem, essa é uma pergunta que tem duas possibilidades de resposta : uma … perguntem pra Cris!!!  A idealizadora do blog e mãe apaixonada tem essa  estranha impressão que eu tenho algo a dizer sobre o assunto!!! Possibilidade dois…. talvez porque eu ache a maternidade a coisa mais incrível do mundo; porque eu me meto em tudo, sou daquelas que  dá palpite mesmo, porque ajudei a criar um irmão temporão e desde que me entendo por gente, na minha vida sempre teve  criança, filhos de amigos, de empregadas domésticas (aliás dezenas, que estranhamente minha mãe se apegava como se fossem seus…) de mães de amigas, enfim… cresci vendo criança ser educada; vi o que deu certo e o que não deu. E talvez porque, e isso ela sabe muito bem, eu acho que sou a mulher que não é mãe, que mais  lê, estuda, assiste, e se interessa pelo assunto no mundo todo!!!